terça-feira, 29 de julho de 2014

Sutra/Mantra/Drowned world/Veronica Electronica/Ray of light



Linha do tempo da fase preparatória e primeiras confirmações e lançamentos do álbum Ray of light.


Fontes: madonnanation, wikipedia, madonnalicious, madonnaonline, rolling stone, mad-eyes





1996:

3 de agosto de 1996: Madonna procura o  DJ e compositor suíço de trance / progressive house Robert Miles, que vive na Itália, para trabalhar em seu próximo LP (para o próximo ano) depois que ela ouviu seu hit No. 1 "Children". Ela está aparentemente ansiosa para experimentar com "sonhos" e música "trance" em seu novo álbum. (do MLVC Mailing List)






Também em 1996, Christine Leach grava "Sepheryn" trabalhando com William Orbit uma noite. Essa gravação é uma dos primeiras que ele envia para Madonna, na primavera de 1997.  (Q Magazine (Agosto de 2002))



1997:

Janeiro de 1997: Em uma entrevista na rádio WKTU em Nova York, Madonna diz que ela e Babyface começam a escrever no próximo mês para seu próximo álbum.



26 de fevereiro de 1997: Rick Nowels encontra Madonna aleatoriamente na Barney em Nova York hoje. Depois, eles vão se reunir e escrever nove músicas juntos - três das quais vão para o novo álbum.





Março 1997: "Guy [Oseary] ligou e sugeriu que eu enviasse algumas fitas para ela [Madonna] Eu não levei muito a sério, então eu não enviei nada. Ele ligou de novo, então eu mandei uma fita DAT com 13 faixas. (William Orbit na Q Magazine - Agosto de 2002)




Em uma entrevista publicada em novembro de 1997, o DJ Robert Miles fala sobre seu novo álbum, 23a.m. e como ele começou a tomar forma este mês (Março de 1997) com uma música que ele escreveu para Madonna chamada, "Enjoy". Problemas de agendamento os impediram de gravá-la juntos e ele então a finalizou com outra cantora.

17 março 1997: Madonna está atualmente trabalhando com Pat Leonard e Babyface em seu novo álbum, que ela irá gravar na primavera. (ICON Newsletter)

20  março de 1997: Madonna está trabalhando em um novo álbum, colaborando mais uma vez com o produtor Babyface . No entanto, um boato de Internet quente no momento diz que ela vai procurar Nine Inch Nails Trent Reznor para produzir uma faixa para ela. (MTV News)

 

Abril de 1997: Madonna acaba de chegar em Londres, para uma estadia de duas semanas. Os jornais britânicos dizem que ela vai gravar seu novo álbum lá com Nellee Hooper. No MTV News Kurt Loder diz que  Madonna está lá para gravar com Nellee Hooper (do álbum Bedtime Stories) e em breve voltará para Los Angeles para gravar com Babyface.





Em uma entrevista de Março de 1998 ao MuchMusic, Madonna disse que ela abordou Tricky para trabalhar com ela, mas ele estava ocupado terminando seu próprio álbum. Ela também disse que contatou Goldie e enviou algumas demos, ele "se apaixonou" por "To have and not to Hold", mas nunca a ligou de volta depois disso.

Maio de 1997. "Sentado em meu jardim, eu recebi um telefonema de Madonna, ela disse que estava trabalhando em minhas faixas e se eu gostaria de sair e encontrar-se com ela. Eles me mandaram uma passagem e lá fui eu. (William Orbit da Q Magazine - Agosto de 2002)

23 de maio de 1997: Na coluna de Liz Smith: "O que há de novo de Madonna? A outrora estrela de  escandalos está ocupado na composição do seu próximo álbum. Ela vai colaborar em algumas músicas com Kenneth (Babyface) Edmonds. "

No início Junho de 1997: "Foi um dia de sol e chuva, e eu lembro que eu fui encharcado ao seu bloco de apartamentos. Sua sala de estar de hi-fi não estava funcionando, então fomos pra sua academia com outro hi-fi. Ela me jogou as coisas que ela tinha escrito com Babyface e  Leonard, e eu pensei: "Essas faixas soam muito suaves. O que eu posso contribuir? "

Passamos a próxima semana no Hit Factory tocando minhas faixas em estéreo, e ela cantou o que ela tinha trabalhado, e estava claro que algo estava acontecendo. No final daquela semana, ela disse, "Você poderia trabalhar no meu disco?" e eu disse: Eu adoraria.
(William Orbit da Q Magazine - Agosto de 2002)


Junho de 1997: Rumores de uma carta de Madonna para Pat Leonard, Madonna está em Michigan para visitar seu pai. Na carta, Madonna informa Pat que ela quer que William Orbit seja o principal produtor do álbum.

(final de Junho): O trabalho começa em Larrabee Norte Studio, Universal City, Los Angeles.

William Orbit: "No primeiro dia, eu estava em paralisia, porque eu estava acostumado a sair e ser deixado á vontade, mas ela disse:" Eu não sou o tipo de garota que deixa o cara seguir sozinho. Acostume-se com isso. "Levei um tempo para me acostumar com alguém olhando por cima do meu ombro.

Larrabee era um verdadeiro estúdio state-of-the-art. Eu nunca tinha trabalhado em uma mesa automatizada antes. Percebi como meu equipamento estava realmente desatualizado, como meu velho Atari 1040, colado com fita adesiva. Ele pegou fogo duas vezes nas sessões.

Um risco menor foi que Lola (Lourdes) viria em todos os dias e, como qualquer criança, ela ia mexer nos botões e teclas. Nós desviamos o olhar e todo o som tinha mudado. Tivemos que manter um olho nela.

Não havia um monte de músicos ao redor. Principalmente éramos eu, Madonna, Pat McCarthy, que era um engenheiro brilhante, e um operador de fita chamado Matt. Em Ray Of Light cada guitarra que você ouve é comigo. Em um monte de faixas que eu fiz tudo.

A maioria das faixas pré-existia, então Madonna iria trabalhar nos vocais e letras em casa, ou dirigindo em seu carro. É importante ressaltar que eu não era o único produtor trabalhando no LP. Patrick Leonard fez um grande trabalho ...

Eu pensava sempre que estava para ser demitido. Madonna estava acostumado a trabalhar com os super produtores produtores , mas viu como eu era desorganizado.

Eu fui para a casa dela para tocar "Power Of Goodbye". Nós pegamos a DAT errada conosco e ela não gostou disso. Acabei dizendo "Me dê uma semana e eu vou transformar isso ".

Eu praticamente morava no estúdio nessa semana, e a partir de então, foi ótimo. Ela tornou-se confiante de que eu sabia o que eu estava fazendo.  Q Magazine (Agosto de 2002)

Julho de 1997: Freddy DeMann diz aos executivos da WEA italianos que Madonna está gravando seu novo álbum e concluirá em setembro, mas ela quer ter tempo de sobra para promovê-lo, por isso é improvável que será lançado até o início de 1998. (do Mailing List MLVC)

15 julho de 1997: Madonna gravou os vocais para "Swim" hoje. Esta foi uma das primeiras faixas em que colaboraram juntos, das cinco que Orbit enviou em uma fita após a ligação de Madonna. Orbit depois afirma que os vocais têm "ressonância emocional" para eles por causa de como a morte de Gianni Versace (assassinado hoje) afetava - como ela recebeu a ligação sobre o designer pouco antes de ela começar a gravar o vocal no estúdio. Q Magazine (Agosto de 2002) 




julho de 1997: Madonna teria perguntado a Liam Howlett do The Prodigy se ele produziria o álbum com ela, mas ele se recusou dizendo que seria como vender a alma ao Diabo.

25 agosto de 1997: Um representante do Chrysalis Records relata que Susannah Melvoin (parte do duo Wendy & Lisa) acabou de completar uma canção (Candy perfume girl) com William Orbit para o próximo álbum de Madonna . (MLVC)

26 de agosto de 1997: O produtor britânico Nellee Hooper, que já produziu Soul II Soul, Massive Attack, U2, e Bjork, recusou-se a trabalhar com Madonna. Madonna e Hooper tinham originalmente concordou em gravar em Londres, então Hooper reservado tempo de estúdio, juntamente com alguns dos melhores músicos de Londres. Mas quando Madonna se encontrou com ele em Los Angeles para discutir planos, um dos detalhes foi uma mudança de local de Londres para Los Angeles. Nellee concordou, sob a condição de que Madonna pagar o custo de cancelar as sessões de Londres. Ela se recusou. Assim, ele se recusou a fazer seu álbum, ou trabalhar com ela novamente

Meados de Setembro, 1997: Em uma entrevista para a edição do 30 º aniversário da revista Rolling Stone (com Madonna, Tina Turner e Courtney Love na capa) ela diz Lourdes está sempre no estúdio de gravação com ela agora. Ela também diz que ela tem um mês para continuar o processo de gravação e que é provável que ela fará uma turnê no próximo verão (1998) para divulgar o álbum




Durante a sessão de fotos para a capa da Rolling Stone, ela  (supostamente) ouve um remix de Tricky "Makes Me Wanna Die" (remixada pelo Stereo MC) - isso irá levá-la a chamá-los [Stereo MC] para remixar seu primeiro single.

Outubro de 1997: Uma revista turca vaza 3 títulos das músicas: "Substitute for Love", "Sky fits Heaven" e "Candy perfume girl" (Mailing List MLVC)

03 de outubro de 1997: MTV filma o episódio de ULTRASOUND com  Madonna no estúdio de gravação.


Outubro de 1997: Donatella Versace apresentou a nova coleção primavera-verão Versace em Milão, Itália. Madonna não pôde comparecer  e por isso ela contribuiu com a música do desfile. A canção é do seu álbum a ser lançado e é chamada de "Candy Perfume Girl” ", é descrita como "muito Prodigy" . (MLVC Mailing List)

12 out 1997: O (programa) BET relata que Babyface fez algumas faixas para o álbum, mas não sabia se  seriam todos incluídos. Uma deles é funky, uma soa como "Creep" do TLC) e uma será uma, linda balada suave. Eles também mencionaram que última vez que os dois trabalharam juntos, uma faixa ficou de fora do Bedtime Stories.

Outubro de 1997: Vazam as letras de "Little Star" online. Mais dois nomes de faixas são revelados: "Ray of Light" e "Skin". Além disso, Marius de Vries é mencionado como um produtor. (MLVC Mailing List)

29 outubro de 1997: De acordo com seu site, Madonna decidiu  um nome para o álbum e ela renomeou a canção "Substitute for Love". O primeiro single deve sair em fevereiro. Ela ainda está em estúdio mixando o álbum.

18 de novembro de 1997: Madonna terá dois novos empresários, Cliff Burnstein e Peter Mensch (de Q Prime Management) que vão  co-gerir Madonna junto com Caresse Norman. Sua primeira prioridade será o novo álbum em março de 1998. Burnstein diz que o novo álbum é "inovador" e "é diferente de qualquer outra coisa ouvi no rádio."

20 de novembro de 1997: Esta semana Madonna convidou altos executivos da WB para uma festa para ouvir o seu novo álbum. A festa foi realizada em um estúdio de gravação em Londres que ela tinha decorado em decoração marroquina. Presidente WB Phil Quartararo e os chefes dos selos internacionais ficaram satisfeitos com o que ouviram. O álbum é um disco de dança que volta a seu público original, enquanto traz as últimas do trip-hop e drum-and-bass... cortesia de William Orbit. Uma fonte disse: "soa como um som de "drogas"'

Novembro de 1997: Madonna batiza o álbum Ray of light, Madonna mudou o título cinco vezes antes de decidir sobre esse nome. Nomes anteriores incluíram: Sutra,Mantra,Drowned world,Veronica Electronica (de acordo com Madonna na faixa Words&Music, de uma das edições especiais do álbum, que também foi uma entrevista pra o press-kit de lançamento.)


Novembro de 1997: Madonna toca um preview de  5 faixas no Liquid Club, em Miami. Ainda em Miami neste fim de semana, ela fotografa a capa do álbum com Mario Testino.

Dezembro de 1997:  Marius de Vries diz a um informante que trabalhou em três faixas para o disco incluindo um drum-and-bass suave chamado Little star, sobre a filha de Madonna. (MLVC)

Segundo relatos da Warner Europa, o primeiro single será chamado de "Frozen" ( Madonna e William Orbit). Ele será lançado nas rádios europeias em 23 janeiro de 1998.

15 de dezembro de 1997: Chris Cunningham vai dirigir o vídeo de "Frozen", uma canção lenta e "espacial" de  acordo com uma fonte. Black Dog é a produtora e o vídeo será filmado entre 05-12 janeiro em um local fora de L.A. O casting pede por dublês.

Dezembro de 1997: Madonna fala a Victor Calderone que seu remix tribal up-tempo de "Frozen" será escolhido para o maxi-single. (de uma entrevista com Victor Calderone)
A versão original de Frozen tinha 10 minutos de duração e foi segundo Madonna, de "partir o coração" ter que cortar a música para um tamanho aceitável para ser trabalhada.

1998

01 de janeiro: "Frozen" foi tocada na véspera de Ano Novo no Twilo, o novo clube de dança de NYC aberto por Junior Vasquez.

02 de janeiro: Letras de "Drowned World", "Ray of Light", "Frozen" e "Nothing Really Matters" caem na Internet.

04 de janeiro: Um comunicado de imprensa diz que há dois novos títulos de músicas: "Swim" e "Mer Girl"

07-10 janeiro: "Frozen" - Madonna grava o vídeo de Frozen no deserto de Mojave com Chris Cunningham. Ela escolheu-o com base no seu vídeo perturbador para "Come to Daddy" do Aphex Twin. Jean Paul Gaultier desenhou os figurinos.

Janeiro: Madonna planeja trabalhar com Jonas Akerlund  (diretor de "Smack My Bitch Up" do Prodigy) em um vídeo do próximo álbum. Ela também está planejando uma turnê em larga escala para o verão 1998.


9 de janeiro: Sai o tracklisting de Ray of light
 

13 faixas:

• Drowned World (Substitute for Love)
• Swim
• Ray of Light
• Candy Perfume Girl
• Skin
• Nothing Really Matters
• Sky Fits Heaven
• Shanti/Ashtangi
• Frozen
• Power of Goodbye
• Has To Be
• Little Star
• Mer Girl

WB está planejando uma maciça campanha promocional a longo prazo para o álbum. Madonna irá proporcionar umaa participação pesada. Música e revistas de moda, talkshows, e performances do material do álbum são planejadas.

10 de janeiro: A canção, "Shanti", é retirado do vocabulário sânscrito. A palavra significa "paz" e é frequentemente usado em yoga. É repetido no final de uma meditação ... como 'amém'. Ele é frequentemente usado em conjunto com o "Om", que significa "Deus". Ele é mais intimamente ligada com Tantra, um ramo do hinduísmo, que considera o êxtase sexual  um sacramento. Tais palavras são também utilizados em  "mantras", que pode atuar como feitiços para o bem ou o mal.

12 de janeiro: Um boato diz que Madonna esteve recentemente no deserto de Mojave a filmar seu novo vídeo em um vestido preto e peruca. Ela teria tatuagens de "henna" em suas mãos.


18 de janeiro no 55 ª Annual Golden Globes, Madonna apresenta o Prêmio de Melhor Ator para Jack Nicholson e estreia seu novo visual "renascença pré-Rafaelita", como ela mesma disse.

Janeiro: A revista SPIN tem uma audição prévia do álbum. A maioria dos ouvintes detona o novo material.

20 de janeiro: A capa do álbum estreia online.

MTV anuncia que irá ao ar um especial sobre o álbum com sua nova série semanal MTV Ultrasound que irá mostrar o processo de gravação de álbuns. O episódio Madonna vai ao ar 01 de março.


Uma nova lista de faixas é publicada, com To have and not to hold no lugar de Has to be.

23 de janeiro: A capa do single "Frozen" é lançada.
O lado-B será "Shanti / Ashtangi":

24 de janeiro: A versão japonesa do LP terá uma faixa bônus - Has to be.


Madonna fala sobre lançar um álbum de remixes do material deste LP.

Madonna vai executar várias músicas do álbum no Dia dos Namorados (2-14-98) no Roxy em NYC.

25 de janeiro: "Frozen" é lançada para estações de rádio europeias nesta semana.

26 de janeiro: O segundo single será a faixa-título, que eles estão esperando será a música dance do verão.


27 janeiro: Madonna dá uma conferência de imprensa em Beverly Hills, Califórnia, para promover o novo álbum.

30 de janeiro: Em uma entrevista, Madonna diz que um álbum de remixes, Veronica Electronica, será lançado ainda este ano. Ela também revela que a música "Mer girl" é sobre a morte, foi uma das primeiras faixas gravadas para o álbum e foi feito em um take. Ela também sabia que seria a última música do álbum. Sua música favorita é "Drowned World".

A própria Madonna disse a Orbit que não tocasse mais na música, como ela estava era uma obra de arte.

31 de janeiro: Warner uniu forças com a RIAA para combater o vazamento ilegal do álbum e do single "Frozen" através da Internet. Uma série de sites de fãs fizeram streaming de áudio da nova canção, antecipando anúncio de rádio datas de todo o mundo.

Ela também planeja uma turnê em clubs para breve.




O álbum é lançado em 03 de março de 1998 nos EUA.










Segundo a Wikipedia com base nas informações em publicações, vazamentos e fóruns de fãs ao longo dos anos, estas são as faixas que ficaram de fora do álbum.

Das sessões com Rick Nowels, antes de Orbit entrar na produção:
Gone Gone Gone (This Love Affair Is Over)
Like A Flower - posteriormente cedida à Laura Pausini que gravou sua versão em italiano para o álbum Resta in ascolto com o nome de Mi Abbandono A Te.
Revenge - colaboraçõe de Greg Fitzgerald and Rick Nowells, Supostamente seria lançada na trilha sonora de Die another day em 2002 e retrabalhada para o álbum Confessions on a dancefloor em 2005. Também foi gravad por Sophie Ellis-Bextor e não lançada, segundo entrevista de Fitzgerald na Record Collector Magazine em 2008. 


Com Patrick Leonard:
Be careful - uma versão inicial da faixa gravada com Ricki Martin registrada separadamente com créditos a Leonard. A versão com Martin tem créditos com William Orbit e o subtítulo Cuidado Con Mi Corazon.

Regfresando - música registrada com título incorreto, sendo certo Regresando, regressando em espanhol.

Outras:
No Substitute For Love - versão inicial de Drowned World/Substitute For Love, com variações na letra e instrumental completamente diferente.

Dont love a stranger e Forever - possíveis nomes das colaborações com Babyface, não confirmados.

2 comentários:

A Seven disse...

O mais legal de ler tudo isso, é ler ouvindo o album!
Obrigado pelo conteúdo!

Ique disse...

de nada! :D